Plano para você sair do aluguel e investir num imóvel próprio

Plano para você sair do aluguel e investir num imóvel próprio

 

Morar num imóvel próprio vai além de ser apenas um investimento seguro. Viver em um ambiente do seu jeito, no qual você pode realizar reforma, mudanças na pintura e na decoração, não tem preço, pois traz uma sensação única de conforto e segurança.

Quando moramos de aluguel, ficamos vulneráveis aos planos do proprietário, que pode solicitar o imóvel a qualquer momento, aumentar o preço acordado e você nem sempre fica totalmente à vontade. Muitas pessoas pensam duas vezes antes de investir no mobiliário do imóvel alugado, por exemplo.

É normal as pessoas acharem que o sonho da casa nova está cada vez mais difícil, pois a concessão de crédito está menor devido à atual situação da economia. Mas você pode adquirir seu imóvel, basta se programar para isso e realizar boas escolhas.

Faça um levantamento das suas finanças

Você sabe de cabeça toda a sua vida financeira? Possui controle das finanças (quanto ganha, como investe e quanto tem de dívida)? Se não, comece da seguinte maneira:

  • Saiba exatamente o valor líquido que você recebe;
  • Reúna em uma planilha ou liste todos os seus gastos fixos e variáveis;
  • Analise os extratos de conta corrente, os investimentos, notas fiscais de compras, comprovantes de renda, de dívidas, impostos, seguros, etc.
  • Levante seu patrimônio, as parcelas que precisam ser pagas e as dívidas;
  • Compare as taxas de juros que você está pagando com as praticadas no mercado para possíveis renegociações de dívidas;
  • Se você tiver algum investimento, analise a rentabilidade e se o risco está de acordo com seu perfil de investidor.

Estabeleça objetivos e suas condições de pagamento

Após organizar sua vida financeira, foque seus investimentos e economias na sua casa própria. Todo esforço valerá a pena.

Agora, pense: qual o prazo limite para você adquirir o imóvel? Estabeleça seu prazo máximo. Saiba que, quanto mais tempo tiver, mais você poderá poupar (para seu poder de compra aumentar no ato da negociação) e diluir as parcelas em valores menores.

Inclua o valor que você deseja poupar e as parcelas que caberão no seu bolso quando você realizar a compra. Estabeleça, também, até quando você deseja pagar esse imóvel.

Considere o uso do seu FGTS

Caso queira aproveitar seu FGTS para adquirir um imóvel, é preciso estar atento aos pré-requisitos.

  • Comprovar, no mínimo, três anos de trabalho sob regime FGTS;
  • Não ser proprietário de imóveis residenciais financiados pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação) em qualquer parte do território nacional;
  • Não ser proprietário de imóvel residencial concluído ou em construção no atual município de residência, no município onde exerça sua ocupação principal ou nos municípios vizinhos;

Consórcios: investimento sem juros

A compra por meio de consórcios é uma excelente alternativa para quem pretende adquirir um imóvel com planejamento e economia, uma vez que estes dispõe de planos e prazos flexíveis, ideais para todos os bolsos e, você não fica refém das altas taxas de juros de um financiamento, por exemplo.

No consórcio não há entrada e se você possui uma reserva financeira, poderá ofertar lance, a fim de antecipar o processo de contemplação.

São diversas as possibilidades que o consórcio de imóveis proporciona. Aproveite e faça uma simulação no Consórcio Primo Rossi ABC, http://goo.gl/VmHY9X.

Gostou das dicas? Compartilhe com seus amigos para que eles também saibam dessa boa notícia!