Posso usar o valor do meu consórcio de imóveis para comprar um carro?

Posso usar o valor do meu consórcio de imóveis para comprar um carro?

Quando optamos por um consórcio, entramos em um grupo composto por diversas pessoas que tem um sonho em comum, seja para comprar uma casa, carro, moto ou outro bem. Cada um desses grupos tem regras próprias definidas em contrato.

Quando contemplado, quitado, e em posse da carta de crédito, o consorciado pode enfim adquirir o bem sonhado de forma rápida e com ótimo poder de negociação, uma vez que o pagamento será feito a vista. Porém, só é possível adquirir bens que estão na mesma categoria que foi definida no início do consórcio.

O que isso significa? Simples. Caso seu grupo seja para automóveis leves, ao receber a carta de crédito, você poderá obter qualquer bem dentro dessa categoria, como carros e motos, por exemplo. Mas não poderá usar o valor para a compra de um apartamento ou um terreno e nem efetuar reformas no seu imóvel. O mesmo vale para a situação contrária. Não se pode usar a carta de crédito de um imóvel para a compra de um veículo.

Mas e se sobrar dinheiro depois da aquisição do bem definido em contrato? Bem, caso você consiga comprar um bem de valor menor que o imaginado inicialmente, você poderá utilizar o valor restante para custear os gastos operacionais de compra. Em caso de automóveis, gastos com emplacamento, documentação etc, e em caso de apartamentos taxas e despesas de escritura. Para estas opções o bem adquirido deverá ser compatível com o saldo devedor da cota.

Agora, caso prefira retirar o valor em dinheiro, as parcelas devem estar quitadas, e a contemplação deve ter acontecido a pelo menos 180 dias.

 

Seja qual for a situação, o importante é se planejar e se informar o máximo possível.

Saiba mais em: https://primorossi.com.br/blog/