Cresce o número de consórcios para máquinas agrícolas

Cresce o número de consórcios para máquinas agrícolas

Entre Março de 2015 e outubro de 2018, o consórcio de máquinas agrícolas cresceu 47,9%, é o que diz o levantamento apresentado pela ABAC. A porcentagem corresponde a 33,3 mil novos consorciados na categoria – passando de 69,5 mil 102,8 mil.

Os dados ainda mostram que o valor das cartas de créditos variam de R$ 73,9 mil e R$ 694 mil, com parcelas de 60 a 120 meses. A maior parte dos consorciados para máquinas agrícolas estão concentrados na região sudeste, representando pouco mais de 33% do total, seguidos da região sul (28,8%), Centro Oeste (23,8%), Nordeste (7,9%) e Norte (5,8%).

O maquinário mais adquirido foi o trator de rodas e esteiras, em segundo lugar os implementos agrícolas e rodoviários, colheitadeiras e por fim, cultivadores motorizados.

O sucesso dos consórcios de maquinário agrícola está diretamente relacionado ao sucesso do setor da agricultura no país e sua constante mecanização. A fim de modernizar o campo e aumentar a produtividade das plantações, os produtores estão optando pela compra e renovação das suas máquinas.

Para ajudar nesse processo, os consórcios se adaptaram e apresentam condições especiais que levam em consideração o período da safra e consequentemente, quando o produtor terá dinheiro em caixa para pagamento das parcelas.

O Primo Rossi é administrador dos consórcios CASE para máquinas agrícolas e de construção. Caso queira saber mais, visite: https://primorossi.com.br/simulador-maquinas-agricolas/